HÚMUS LÍQUIDO – COMO TRANSFORMAR O CHORUME EM ADUBO.

Você pode aproveitar o lixo da sua casa utilizando o chorume como adubo. Esse liquido escuro que é proveniente de matérias orgânicas é rico em nutrientes como nitrogênio e potassa(hidróxido de potássio) e pobre em fósforo. Você poderá transformá-lo e um ótimo fertilizante para sua horta ou para as plantas do seu jardim, e assim também ajudando a reduzir a quantidade de lixo que vai diariamente para os aterros e lixões do Brasil. O nome desse processo é compostagem.

Mostraremos agora como você poderá transformar o chorume em fertilizante e como montar a sua composteira doméstica e mãos à obra!

  • O fertilizante
    O chorume orgânico é adubo em estado líquido. Para produzir este biofertilizante líquido é preciso :
  • - recolher o chorume semanal ou quinzenalmente.
  • - misturar o chorume na proporção de 1 (uma) parte de biofertilizante para 5 (cinco) a 10 (dez) partes de água.
  • - agitar vigorosamente a mistura.
  • - deixar descansar durante dois ou três dias, agitando novamente a cada 24 horas, para que os nutrientes possam ser liberados para a água.
  • - coar com coador, tela ou tecidos de seda que retenha as partículas em suspensão. As eventuais partículas sólidas costumam ficar retidas no fundo do recipiente.
  • -  O chorume precisa ser escoado a fim de permitir a formação do húmus  seco, o adubo orgânico seco que é misturado, posteriormente, à terra, para energizar terrenos e plantas em vasos.
  • - para grandes áreas, que utilizam os gotejadores nas hortas, é  aconselhável efetuar uma filtragem mais específica, para retirar as partículas mais finas, pois estas podem entupir os gotejadores. Para  isso, poderão ser utilizados filtros de areia ou filtros de discos.

Agora é só regar!

E lembre-se: para produzir seu adubo, apenas alimentos orgânicos crus (cascas, folhas e restos de frutas e verduras in natura) devem ser armazenados para compostagem. Restos de cítricos (laranja, limão, abacaxi, bergamota (mixirica), somente em pequena quantidade, pois fermentam muito e liberam ácido em excesso.

  • Como montar  a sua composteiraExistem varias formas de você montar, porém a mais simples e econômica é  de garrafa pet.

Materiais

2 garrafas pet
Tesoura
Cascas de verduras, frutas e legumes
Terra
Areia
Água
Húmus ou minhocas (opcional)

1º passo

Corte uma das garrafas na parte de baixo para servir como recipiente para armazenar
chorume. Da outra garrafa, deve ser desprezada a parte de baixo. Você utilizará a parte de cima de uma garrafa para encaixar na parte de baixo da outra.

2º passo

Antes de encaixar as duas partes, coloque areia no reservatório do chorume. Isso evita o mau cheiro.

3º passo

Use um prego aquecido para fazer furinhos na tampa da garrafa que receberá os resíduos. Assim, o líquido escoa facilmente.

4º passo

Encaixe a parte com a tampa para baixo na outra metade que servirá como reservatório do chorume. Em seguida, coloque uma camada de areia de mais ou menos 7cm (camada clara).

5º passo

Cubra a areia com terra (camada escura).

6º passo

É hora de utilizar os restos de alimentos e cascas de vegetais que você guardou. Faça uma camada bem generosa de resíduos orgânicos.

7º passo

A última camada deve ser de terra.

8º passo

Regue o conteúdo da composteira com água e faça uma touca com uma meia de náilon para evitar insetos

Atenção !

Nunca deixe o recipiente seco. O chorume resulta da umidificação de todos os ingredientes.

Após uma semana, é possível notar que todos os materiais colocados na composteira estão se comprimindo.

Duas semanas depois, a massa estará mais reduzida e o recipiente do chorume pode estar cheio. Com o líquido, regue as plantas ou coloque na terra.

Passados 60 dias de compostagem, o adubo estará pronto. Misture com a terra do plantio e veja crescer hortaliças ricas em vitaminas e livres de agrotóxicos.

Figura 1

composteira

No Comments Yet.

Leave a comment

%d blogueiros gostam disto: